logo federação
43 ANOS
logo federação
Principal Estatuto Disciplinar Rel. Anual Diretoria História Contato Localização
Notícias Fotos Vídeos Mídias Colunas Biblioteca
Enquetes Eventos Galeria de Honra Fundo do Baú Publicações
Atletas Clubes Regulamentos Calendário Resultados Campeonato Recordes Validador
COLUNAS DO TIRO
voltar ao menu
2012 - AGUARDAR PARA CONFERIR
10/04/2012
Durante o período de 27 de julho a 12 de agosto próximo, a atenção do mundo inteiro estará voltada para Londres, que pela terceira vez sediará os Jogos Olímpicos. Muito se espera destes Jogos, com uma presença maciça de público de várias partes do mundo e de centenas de canais de televisão transmitindo diuturnamente os eventos desportivos, durante estas duas semanas, onde atletas de vários países estarão competindo intensamente em busca de um lugar no podium.

Mais uma vez se repete o sonho olímpico inspirado por Pierre Du Freddy – o Barão de Coubertin, que restaurou os Jogos Olímpicos Modernos em 1894. O sonho de Coubertin tornou-se ao longo dos tempos uma realidade insofismável e irreversível e graças a este sonho maravilhoso milhões de pessoas estarão acompanhando com vivo interesse as provas das 29 modalidades previstas no programa oficial dos Jogos Olímpicos de Londres.

Tal como nos I Jogos Olímpicos da Antiguidade (772 AC), assuntos como crise econômica, guerras, divergências políticas e religiosas darão vez ao noticiário esportivo anunciando um novo campeão em cerimônia simples, porém marcante da entrega de medalhas.

Nas provas de Tiro Esportivo também não será diferente, cerca de 400 competidores estarão se defrontando, exibindo suas técnicas admiráveis onde a precisão é transformada em obsessão pelos atiradores participantes, almejando alcançar a pontuação máxima superando as marcas antigas.

Os Jogos se transformaram em festa para quem compete e também para quem assiste e vibra pelos seus resultados. Nas finais do Tiro serão 15 modalidades olímpicas disputadas pelos atiradores tiro a tiro. A corrida da medalha olímpica irá anunciar os novos campeões e novos recordes nesta busca pela perfeição como é a característica do tiro olímpico.

Até o momento dois brasileiros treinam intensamente almejando conquistar suas medalhas e deixar registrado os seus nomes na história olímpica. Estaremos torcendo pelo êxito e a vitória dos nossos representantes que possam repetir o feito dos nossos atiradores em Antuérpia em 1920.

Como ilustração, apresentarei os medalhistas das 15 modalidades do Tiro Esportivo, com as marcas obtidas nos dois últimos Jogos Olímpicos: o de Beijing (2008) e o de Atenas (2004), para que os nossos leitores possam perceber o grau de dificuldade a que todos os atiradores terão que enfrentar para subir no pódio em Londres.

São vários os fatores que influenciam uma mudança de resultados para melhor ou pior; qualidade do estande, condições meteorológicas, avanço do método de treinamento empregado, preparação psicológica, qualidade técnica dos atiradores, do equipamento, armamento e da munição utilizada. O Tiro esportivo, a exemplo das demais modalidades esportivas, é dinâmico e sempre tende a superar os resultados antigos.

Se pararmos para fazer uma retrospectiva dos resultados de todos os Jogos realizados é possível constatar uma evolução das marcas obtidas, mesmo que sejam quase que mínima em uma ou outra prova. O objetivo de cada atirador ainda permanece hoje em dia o de alcançar a pontuação máxima. Este é o desafio da perfeição que acompanha todo grande atirador que participa e aspira uma medalha em uma prova dos Jogos Olímpicos.

ARMA CURTA

50M PISTOLA LIVRE

ATENAS (2004) ------------------------- BEIJING (2008)

Ouro -- Nestruev (RUS) 565 + 98.3 --- Jing Jong (KOR) 563 + 97.4

Prata -- Jung Jin (KOR) 567 + 94.5 --- Zonglinq (CHN) 565 + 94.5

Bronze -- Su Kim (PRK) 564 + 93.7 --- Isanov (URS) 563 + 95.9

25M TIRO RÁPIDO

Ouro -- Schumann (GER) 592 + 102.9 --- Petriv (UKR) 580 + 200.2

Prata -- Poliakov (RUS) 592 + 101.7 --- Schumann (GER) 579 + 200.5

Bronze -- Alifirenko (RUS) 592 + 100.3 --- Reitz (GER) 579 + 200.3

25M PISTOLA SPORT

Ouro -- Grozdeva (BUL) 585 + 103.2 --- Chen (CHN) 585 + 208.4

Prata -- Maruskova (CZE) 588 + 99.8 --- Otryad (MON) 590 + 202.2

Bronze -- Ashumova (AZE) 588 + 99.3 --- Dorjsuren (GER) 587 + 202.2

10M PISTOLA DE AR - MASCULINO

Ouro -- Wang (CHN) 590 + 100.0 --- Wei Pang (CHN) 586 + 102.2

Prata -- Nestruev (RUS) 591 + 98.8 --- Jin Jong (KOR) 584 + 100.5

Bronze -- Isakov (RUS) 584 + 100.3 --- Turner (USA) 583 + 99.0

10M PISTOLA DE AR - FEMININO

Ouro -- Kostevych (UKR) 384 + 99.3 --- Guo (GUO) 390 + 102.3

Prata -- Sekaric (SRB) 387 + 96.3 --- Paderina (RUS) 391 + 98.1

Bronze -- Grozdeva (BUL) 386 + 96.3 --- Salukvadze (GEG) 386 + 101.4

ARMA LONGA

50M CARABINA DEITADO

ATENAS (2004) ------------------------ BEIJING (2008)

Ouro -- Emmons (USA) 599 + 104.3 --- Ayazian (UKR) 599 + 103.7

Prata -- Lusch (GER) 598 + 101.2 --- Emmons (USA) 597 + 104.7

Bronze -- Martynov (BLR) 596 + 105.6 --- Potent (AUS) 595 + 105.5

50M CARABINA 3 POSIÇÕES - MASCULINO

Ouro -- Jia Qiu (CHN) 1171 + 93.5 --- Jian Qiu (CHN) 1173 + 99.5

Prata -- Ant (USA) 1165 + 98.1 --- Sukhorukov (UKR) 1174 + 98.4

Bronze -- Planer (AUT) 1167 + 95.8 --- Debevec (ESL) 1176 + 95.7

50M CARABINA 3 POSIÇÕES - FEMININO

Ouro -- Galkina (RUS) 587 + 101.4 --- Li Du (CHN) 585 + 101.3

Prata -- Turisini (ITA) 585 + 100.9 --- Emmons (CZE) 586 + 101.7

Bronze -- Wang (CHN) 584 + 101.4 --- Eglis Cruz (CUB) 588 + 99.6

10M CARABINA DE AR - MASCULINO

Ouro -- Qinan Zhu (CHN) 599 + 103.7 --- Bindra (IND) 596 + 104.5

Prata -- Jie Li (CHN) 598 + 103.3 --- Qinan Zhu (CHN) 597 + 102.7

Bronze -- Gonci (SVK) 596 + 101.4 --- Hakkinen (FIN) 598 + 101.4

10M CARABINA DE AR - FEMININO

Ouro -- Li Du (CHN) 398 + 104.0 --- Emmons (CZE) 400 + 103.5

Prata -- Galkina (RUS) 399 + 102.5 --- Galkina (RUS) 399 + 103.1

Bronze -- Emmons (CZE) 398 103.1 --- Pejcic (CRO) 399 + 101.9

TIRO AO PRATO

SKEET - MASCULINO

ATENAS (2004) ----------------------- BEIJING (2008)

Ouro -- Benelli (ITA) 124 + 25 --- Hanccock (USA) 121 + 24

Prata -- Kemppainen (FIN) 125 + 24 --- Bravold (NOR) 120 + 25

Bronze -- Martinez (CUB) 122 + 25 --- Teras (FRA) 120 + 24

SKEET FEMININO

Ouro -- Igaly (HUN) 72 + 25 --- Cainero (ITA) 72 + 21

Prata -- Wei (CHN) 70 + 23 --- Rodhe (USA) 70 + 23

Bronze -- Meftakhetdinova (AZE)71 + 22 --- Brincker (GER) 70 + 23

FOSSA MASCULINO

Ouro -- Alipov (RUS) 124 + 25 --- Kostelecky (CZE) 121 + 25

Prata -- Pellielo (ITA) 122 + 24 --- Pellielo (ITA) 120 + 23

Bronze -- Vella (AUS) 121 + 24 --- Alipov (RUS) 121 + 21

FOSSA FEMININO

Ouro -- Balogh (AUS) 66 + 22 --- Makelaq (FIN) 70 + 21

Prata -- Quintanal (DOM) 65 + 19 --- Stefecekova (SLO) 70 + 19

Bronze -- Lee (KOR) 60 + 23 --- Cogdell (USA) 69 + 17

FOSSA DOUBLE MASCULINO

Ouro -- Almaktoum (UAE) 144 + 45 --- Eller (USA) 145 + 45

Prata -- Rathore (IND) 135 + 44 --- D’Aniello (ITA) 141 + 46

Bronze -- Wang (CHN) 137 + 41 --- HU (CHN) 138 + 46

por Eduardo Ferreira
Recordista e campeão brasileiro de armas longas da CBTE e das Forças Armadas. Ex-vice-presidente da CBTE e da federação do DF, ex-presidente das federações do RJ e CE, e diretor das federações da PB e RS. Autor de "Arma Longa", "História do Tiro" e “Manual de Organização de Provas de Tiro”; Professor de História da Educação Física da FGF; Coordenador do Curso de Educação Física da Faculdade da Grande Fortaleza.
ferreiraedu@terra.com.br
Instrutores Credenciados Wir Equipamentos Gregory Armeiro Camping & Cia Paula Carvalho - Avaliação Psicológica Blog Tiro Olímpico Blog Primeiros Tiros
Estatuto  |  Disciplinar  |  Rel. Anual  |  Diretoria  |  História  |  Contato  |  Localização  |  Notícias  |  Fotos  |  Vídeos  |  Mídias  |  Colunas  |  Validador
Biblioteca  |  Enquetes  |  Eventos  |  Fundo do Baú  |  Publicações  |  Atletas  |  Clubes  |  Regulamentos  |  Calendário  |  Resultados  |  Campeonato  |  Recordes

Av. Colares Moreira, 444 sala 646 B - Jardim Renascença - São Luís - MA - 65075-441 (98) 98118-1188 whatsapp