logo federação
43 ANOS
logo federação
Principal Estatuto Disciplinar Rel. Anual Diretoria História Contato Localização
Notícias Fotos Vídeos Mídias Colunas Biblioteca
Enquetes Eventos Galeria de Honra Fundo do Baú Publicações
Atletas Clubes Regulamentos Calendário Resultados Campeonato Recordes
FUNDO DO BAÚ
voltar ao menu
1967 - CRIAÇÃO DA FEDERAÇÃO NORTE-RIOGRANDENSE
1.Fundação da Federação do Rio Grande do Norte de Tiro ao Alvo

Com a criação da Federação Cearense de Tiro ao Alvo em 13 de fevereiro de 1965, desencadeou-se um movimento de atiradores na área Norte-Nordeste voltado para a implantação das demais federações de tiro na região e incentivado pelo Presidente da Confederação Brasileira de Tiro ao Alvo (CBTA), Dr. Antônio Martins Guimarães, que desejava levar o Tiro Esportivo a todas as regiões do país.

Logo a Federação Pernambucana de Tiro ao Alvo veio aderir a idéia e através de um trabalho bem coordenado, reunindo vários clubes e atiradores pernambucanos liderados pelo Major Jair Ferreira, foi fundada a FPeTA em 1966. O estande de tiro do Caxangá situado em um clube de elite do Recife foi inaugurado oficialmente em 01 de julho de1968 durante as provas do Campeonato do Exército realizadas naquele ano. A consagração da entidade pernambucana ocorreu em novembro de 1968 com a organização do XXI Campeonato Brasileiro disputado no Caxangá Golf & Country Club.

Em 17 de outubro de 1967 foi a vez da Federação de Tiro Norte-Riograndense (FNTA) ser criada, com a filiação dos clubes dos Caçadores de Natal, Clube dos Oficiais da Base Naval (COBANA) e Pâmpano Esporte Clube. Presidiu a Comissão Constitutiva e Assembléia de Fundação da FNTA, Antônio Cabral Pereira Fagundes

Fundadores:

Pedro Rodrigues Caldas - Presidente

Geraldo Gomes de Albuquerque – Vice-Presidente

Expedito Gomes de Azevedo – 1º secretário

Jomar Ovídio de Oliveira – 2º secretário

Antenor Pinheiro Borges Júnior - Tesoureiro

José Lopes da Silva Neto – Diretor Técnico

Antônio Cabral Pereira Fagundes

Pedro Rodrigues Caldas

Luiz Grevy Silva

Participaram da Assembléia de fundação 30 pessoas

2. I Torneio Norte-Nordeste de Tiro

A partir daí a FNTA tornou-se bastante atuante, participando ativamente de vários eventos na região. No período de 11 a 14 de abril de 1968 foi realizado em Fortaleza o I Torneio Norte-Nordeste de Tiro ao Alvo, tendo o Coronel Ayrton Nogueira Façanha, Presidente da FCTA feito o convite (anexo 1) a todos os presidentes da região. A Federação Norte-Riograndense fez a sua estréia no I TNNE com uma boa equipe representativa.

Compareceram à Fortaleza atiradores pernambucanos, paraenses e potiguares numa bonita festa de confraternização esportiva. Estava dessa maneira consolidado o movimento de implantar o Tiro no Norte-Nordeste e de ampliar o número de aficionados no país.

Em 27 de março de 1973, o Presidente da Federação Norte Rio-Grandense - Sr José da Silva Neto, recebeu um ofício do Dr. Antônio Martins Guimarães, Presidente da CBTA ( anexo 2 ), comunicando que o MEC havia homologado em 12 de março de 1973 o parecer No. 3/73, do CND, aprovando o Estatuto da nova federação tendo o referido despacho sido publicado em 15 de março de 1973 pelo Diário Oficial da União (DOU).

3.I Torneio Norte-Nordeste realizado em Natal

Após a construção do seu estande na aprazível sede campestre do Clube de Caçadores, situada na Lagoa do Bonfim, foi então realizada a oitava edição do TNNE em 1975. Foi a primeira e única vez que o Torneio Norte-Nordeste foi realizado em Natal. Havia já naquela época um sistema de rodízio colocado em pauta no Congresso do Torneio (Assembléia) para a escolha da sede do próximo evento. Este torneio apresentou bons resultados, a presença de muitos competidores e muita confraternização entre os atiradores.

4.Seletivas em Natal

A Confederação Brasileira de Tiro ao Alvo (CBTA) em 1978 fez realizar duas Provas Controladas no Nordeste para pré-selecionar atletas que iriam disputar o Campeonato Mundial de Seul, que foi realizado em 1978. Para tal, realizou uma Prova Controlada (PC/1) em Recife em 29 e 30 de abril de 1978 no estande do Caxangá e outra Prova Controlada (PC/2) em Natal no estande da Lagoa do Bonfim.

5.Inauguração do Estande do América

Em 15 de Julho de 1978, a Federação Paraibana foi convidada pelo Presidente do Clube do América e da FNTA - Arlindo Faria , para a inauguração do primeiro estande de ar comprimido em Natal, dotado com 10 máquinas transportadoras elétricas construídas pelo grande nome do Tiro Norte-Riograndense Luiz Grevy Silva. Grevy era uma figura admirável por todos e além de ser um atirador dedicado possuía muita habilidade e uma excelente capacidade de trabalho.

A prova ocorreu num fim de semana e foi vencida pelos paraibanos. Participaram da prova vários atiradores das duas entidades. Da Paraíba vieram os atiradores: Paulo Dantas (Presidente da FPbTA); José Euclides Dantas, Eduardo F. Ferreira, Zenildo Padilha; Anísio Andrade; Isabela Dantas, Roberto Neves, Joaquim Rolim. Pela FNTA, participaram Luiz Grevy, Ibrain Faraj, Simar Lasfir, Arlindo Faria, Jorge Ferreira e da Federação Pernambucana Fanuel Gueiros.

6.Torneio da Amizade FCTA X FNTA

Na década de 80, atiradores das federações cearense e norte-rio-grandense promoveram várias provas denominadas Provas de Confraternização entre os dois estados, realizadas em duas etapas durante o ano. Em 1985, a FCeTA venceu as duas etapas.

7.XXVIII Campeonato Brasileiro

Em 1975, atiradores da Federação Norte-Rio-Grandense participaram do XXVIII Campeonato Brasileiro realizado no estande da Vila Militar – Rio de Janeiro, com uma boa representação de 4 atiradores potiguares: Antenor Pinheiro Borges, Luiz Grevy Silva, Guttemberg Tinoco e Jomar Elvídio de Oliveira.

8.Conclusão

Os fatos supracitados demonstram claramente a existência ativa da FNTA e a sua importância na Área do Norte-Nordeste, assim, foi muita estranha a posição da atual diretoria da CBTE de não reconhecer a atual diretoria da FNTA, presidida por Wilson Collier, e criar uma nova entidade à revelia dos princípios esportivos, morais e éticos, para vencer as eleições de 2009, criando uma nova entidade em detrimento de uma diretoria criada em 1967, homologada e reconhecida pelas principais entidades esportivas do País e da Região Norte-Nordeste.

Sem dúvida foi uma atitude insana, traiçoeira e que feriu às tradições e um passado histórico de uma entidade oficialmente filiada à CBTE. Felizmente o caso não foi aceito pelas demais coirmãs que somente reconhecem àquela fundada em 1967, legítima representante do Tiro Potiguar.
Instrutores Credenciados Wir Equipamentos Gregory Armeiro Camping & Cia Paula Carvalho - Avaliação Psicológica
Blog Tiro Olímpico Blog Primeiros Tiros
Principal  |  Estatuto  |  Disciplinar  |  Rel. Anual  |  Diretoria  |  História  |  Contato  |  Localização  |  Notícias  |  Fotos  |  Vídeos  |  Mídias  |  Colunas  |  Biblioteca
Enquetes  |  Eventos  |  Fundo do Baú  |  Publicações  |  Atletas  |  Clubes  |  Regulamentos  |  Calendário  |  Resultados  |  Campeonato  |  Recordes
Av. Colares Moreira, 444 sala 646 B - Jardim Renascença - São Luís - MA - 65075-441 (98) 3251-3535