logo federação
45 ANOS
logo federação
Principal Estatuto Disciplinar Rel. Anual Diretoria História Contato Localização
Notícias Fotos Vídeos Mídias Colunas Biblioteca
Enquetes Eventos Galeria de Honra Fundo do Baú Publicações
Atletas Clubes Regulamentos Calendário Resultados Campeonato Recordes Validador
NOTÍCIAS
voltar ao menu
ANÁLISE E ESTATÍSTICAS DAS PRIMEIRAS ETAPAS DOS CAMPEONATOS MARANHENSE E BRASILEIRO
25/03/2020
Iniciados os Campeonatos Maranhense e Brasileiro de 2020, ambos já em sua segunda etapa, verificamos grande movimentação e grande virada de direção da Federação Maranhense de Tiro Esportivo.

Norteada inicialmente pela iminente proximidade da realização do 50º Torneio Norte Nordeste de Tiro Esportivo, a ser realizado em casa, a FMTE desde já prepara e orienta seus atletas para tão importante competição, que em alguns aspectos, é considerado o mais importante evento do ano.

Antes de mais nada, vale lembrar que a 2ª Etapa do Campeonato Maranhense de Tiro Esportivo, foi também chamada de Etapa “Lico Soares”, em homenagem a Manuel Octávio de Sousa Soares, importante nome do Tiro do Maranhão, recém falecido, e que merece por sua história e amor ao Tiro Esportivo, toda reverência que a comunidade de nosso esporte pode lhe dar.

Tirando este triste acontecimento, o começo de 2020 se revela cheio de novidades, cheio de aspectos positivos, que justificam a virada de direção, já comentada anteriormente.

O retorno de vários atletas maranhenses de alto nível ao seio da FMTE, todos do Clube de Caça, Pesca e Tiro do Maranhão, que outrora representavam diferente estado; a filiação à FMTE de novo clube de tiro esportivo, o Clube Imperatrizense de Tiro Esportivo 7,62, introduzindo novos atletas nas competições estaduais; o retorno aos Campeonatos Maranhense e Brasileiro do Clube de Caça, Pesca e Tiro de Imperatriz, fazendo retornar inúmeros atiradores mais experimentados aos estandes maranhenses, além da motivação dos demais atletas, face aos diversos estímulos da Federação, e à grande expectativa da realização do Torneio NNE, tudo isso, deu a este começo de campeonato grandes números e resultados.

Com 440 inscrições, esta 2ª etapa bateu recorde de participação e de grandes resultados também. Vale lembrar que a etapa anterior, já por si só, foi um recorde de inscrições (382 inscrições) de participação de atiradores maranhenses em uma etapa estadual.

Mas melhor que a quantidade, foi a qualidade e os resultados de muitas destas participações. Vários Recordes maranhenses já foram batidos neste início de temporada. Muitas equipes maranhenses foram formadas, pela disputa do Campeonato Brasileiro de Federações.

Muitas inclusive pontuando e se colocando entre as três melhores do Brasil. E várias equipes nas modalidades Olímpicas, também. Estas equipes estão se formando e crescendo. Se consolidando. Basta ver as páginas de resultados da FMTE e CBTE.

Em análise das estatísticas, que nos valem de instrumentos de gerenciamento e tomada de decisão, podemos expor que os resultados destas duas primeiras etapas nos mostram o seguinte:
1ª Etapa – 382 inscrições com a formação de 14 equipes disputando o campeonato brasileiro, sendo uma de Provas ISSF e 13 de Provas Nacionais. Nenhuma de Provas de Rifle Internacional.

Destas 14 equipes formadas, 9 equipes pontuaram pelo campeonato de Federações. Uma de Provas ISSF (Olímpicas) e 8 de Provas Nacionais. Nas Provas Olimpicas, tivemos a Prova de Carabina de Ar, com Rui Duarte, Paulo e Anthony Guimarães, que ficaram em 4º lugar no Brasil, trazendo 5 pontos para a Federação Maranhense.

As outras oito equipes foram nas Provas Nacionais, tanto em armas longas como em armas curtas, onde alcançamos nas Provas de CMA 25m Sporter (Emir Wendler-Edgar Ferreira-Juliane Chaves), CMA 50m Custom (Wissam Maalouf-Júlio Ferreira-Juliane Chaves), e CMA 50m Sporter (Edgar Ferreira-Júlio Ferreira-Juliane Chaves), o 2º lugar nacional. Inclusive tivemos um Recorde Maranhense batido por Emir Wendler, na ocasião. Um excelente resultado, alcançado. Ainda tivemos um 3º lugar na CMA 50m Calibre Maior, com os atletas Alessandro Arruda, Júlio Ferreira e Edgar Ferreira. Nas armas longas os destaques foram os resultados individuais de Júlio Ferreira e Juliane Chaves.

E nas armas curtas, também tivemos excelentes resultados nas Provas de Duelo 20”, pontuando e se classificando em 4 das 5 provas disputadas. Se destacaram nestas competições os atletas Ruan Boaid, Diego Mamede, Edgar Ferreira e Paulo Guimarães.

Nas equipes formadas, o menor resultado dos maranhenses foi na Prova de Carabina Mira Aberta de Ar, onde a equipe maranhense ficou em 15º lugar.

Individualmente, o resultado de Ruan Boaid, de 195 pontos em Duelo 20” Revólver Maior, foi considerado muito bom, assim como seu resultado individual no Revólver Snubby.

Ao todo, na 1ª Etapa, o Maranhão obteve no Campeonato Brasileiro 29 pontos, sendo 5 pontos em Provas ISSF e 24 pontos em Provas Nacionais.

Já na segunda etapa, o resultado do selecionado maranhense foi melhor ainda. Ao todo ganhamos 42 pontos no computo geral de equipes. Formou 11 equipes nas Provas Nacionais, com 26 pontos.

O Maranhão formou equipe em 4 provas ISSF, sendo duas armas curtas e duas armas longas, nos dando 16 pontos, contra 5 pontos nas Provas ISSF da etapa anterior.

Formamos equipes nas armas longas, nas Provas de Carabina de Ar e Carabina Deitado. E nas armas curtas, formamos equipes nas provas de Pistola de Ar e Pistola Standard. Já nas Provas Nacionais, o resultado desta etapa foi melhor que da Etapa anterior, pois além de muitos resultados individuais de alto nível, tivemos um 1º lugar nacional em uma equipe.

Veja aqui o resumo das Provas na Segunda Etapa:

Provas ISSF: 4 equipes e 16 pontos

Carabina de Ar Olímpica (Rui Duarte-Anthony Guimarães-Paulo Guimarães) – 4º Lugar – 5 pontos

Carabina Deitado (Rui Duarte-Benedito Sabak-Paulo Victor) – 4º Lugar – 5 pontos
Pistola de Ar (Francisco Farias-Paulo Guimarães-Johnny Maxuel) – 6º lugar – 3 pontos
Pistola Standard (Francisco Farias-Wissam Maalouf-Johnny Maxuel) – 6º lugar – 3 pontos

Provas Nacionais: 11 equipes 26 pontos

Carabina Mira Aberta de Ar (Edvandro Freire-Anthony Guimarães-Paulo Guimarães) – 15º Lugar – 0 pontos
Carabina Mira Aberta 25m Custom (Júlio Ferreira-Marcelo Duarte-Juliane Chaves)– 3º Lugar – 3 pontos
Carabina Mira Aberta 25m Sporter (Júlio Ferreira-Marcelo Duarte-Juliane Chaves) – 2º Lugar – 4 pontos
Carabina Mira Aberta 50m Calibre Menor Custom (Júlio Ferreira-Marcelo Duarte-Edgar Ferreira) – 2º Lugar – 4 pontos
Carabina Mira Aberta 50m Calibre Menor Sporter(Júlio Ferreira-Emir Wendler/Marcelo Duarte-Anthony Guimarães) – 1º Lugar – 5 pontos
Carabina Mira Aberta 50m Calibre Maior(Júlio Ferreira-Edgar Ferreira-Paulo Victor) – 2º Lugar – 4 pontos
Duelo 20” – Revólver Calibre Maior(Ruan Boaid- Wissam Maalouf-Edgar Ferreira) – 4º Lugar – 2 pontos
Duelo 20” – Revólver Calibre Menor(Wissam Maalouf-Edgar Ferreira-Paulo Guimarães) – 4º Lugar – 2 pontos
Duelo 20” – Revólver Snubby(Ruan Boaid- João Alexandre-Edgar Ferreira) – 4º Lugar – 2 pontos
Duelo 20” – Pistola Calibre Maior(Ruan Boaid-Carlos Eduardo-Emir Wendler) – 12º Lugar – 0 pontos
Duelo 20” – Pistola Calibre Menor(Wissam Maalouf-Edgar Ferreira-Paulo Guimarães) – 4º Lugar – 2 pontos

Mais uma vez, o Maranhão não formou Equipes em nenhuma Prova de Rifle Internacional. Nada nas CMP, ou NRA ou WRABF.

Individualmente, também tivemos grandes resultados, desde nas armas longas como armas curtas das provas Nacionais. Os 192 pontos alcançados por Marcelo Duarte e Emir Wendler na Prova de Carabina Mira Aberta 50m Sporter (Recordes Maranhenses) ou os resultados de 197 pontos alcançados por Wissam Maalouf e Edgar Ferreira na Prova de Duleo 20” Pistola Calibre Menor, foram exemplos de resultados de alto nível. Nível Brasil.

Com estas estatísticas já temos uma grande quantidade de informações organizadas, ajudando a Diretoria da FMTE para orientar ainda mais suas equipes.

Vamos agora torcer para que este novo cenário que está se apresentando agora, o da pandemia do Coronavírus, que já vai paralisar as atividades da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo e da Federação Maranhense de Tiro Esportivo, até pelo menos dia 30 de abril, passe logo, e permita que as equipes maranhenses voltem logo às competições e às vitórias.
fonte: FMTE
Instrutores Credenciados Wir Equipamentos Gregory Armeiro Camping & Cia Paula Carvalho - Avaliação Psicológica Blog Tiro Olímpico Blog Primeiros Tiros
Estatuto  |  Disciplinar  |  Rel. Anual  |  Diretoria  |  História  |  Contato  |  Localização  |  Notícias  |  Fotos  |  Vídeos  |  Mídias  |  Colunas  |  Validador
Biblioteca  |  Enquetes  |  Eventos  |  Fundo do Baú  |  Publicações  |  Atletas  |  Clubes  |  Regulamentos  |  Calendário  |  Resultados  |  Campeonato  |  Recordes

Av. Colares Moreira, 444 sala 646 B
Jardim Renascença - São Luís - MA - 65075-441
(98) 98118-1188 whatsapp