logo federação
45 ANOS
logo federação
Principal Estatuto Disciplinar Rel. Anual Diretoria História Contato Localização
Notícias Fotos Vídeos Mídias Colunas Biblioteca
Enquetes Eventos Galeria de Honra Fundo do Baú Publicações
Atletas Clubes Regulamentos Calendário Resultados Campeonato Recordes Validador
NOTíCIAS
voltar ao menu
NOTÍCIAS IMPORTANTES PARA OS ATIRADORES
13/02/2007
Saiu na Revista MAGNUM nº 98
Foi publicado, na Revista MAGNUM nº 98 (Jan/Fev), artigo assinado pelo advogado Daniel Fazzolari, relativo às novas taxas aplicadas aos Colecionadores, Atiradores e Caçadores (CACs), depois da entrada em vigor do denominado estatuto do desarmamento (Lei no 10.826/03). O artigo confronta a exigência constante de ofício emitido pelo Departamento Logístico do Exército Brasileiro com a Constituição Federal e com a Lei 10.834/03, que trata da Taxa de Fiscalização dos Produtos Controlados pelo Exército Brasileiro – TFPC e é norma específica aplicável aos CACs.

Neste artigo, há uma análise jurídica acerca da exigência do Exército em cobrar R$ 350,ºº (trezentos e cinqüenta reais), para transferência de armas entre CACs, e R$ 300,ºº (trezentos reais), para aquisição de armas novas por tais esportistas, sendo que o autor acaba por concluir que as únicas taxas devidas pelos CACs para a aquisição de armas são de R$ 25,ºº (vinte e cinco reais) ou R$ 50,ºº (cinqüenta reais), conforme o caso.

O referido artigo ainda é corroborado por Sentença Judicial favorável, prolatada nos autos de um Mandado de Segurança movido por determinados CACs contra a cobrança das referidas taxas. Cópia integral da sentença consta igualmente do artigo, cabendo aqui destacar um trecho da tal decisão: “Certamente, então, os impetrantes, em razão da necessidade de fiscalização de sua atividade – colecionamento ou tiro desportivo – geram gastos à Administração Pública, que são cobertos pelas taxas cobradas. Contudo, suas atividades (colecionamento e tiro desportivo) são elencadas entre as hipóteses das taxas previstas por ambas as Leis. Como essas atividades se enquadram nessa interseção, a autoridade coatora pretende cobrar ambas as taxas.

Por razão de lógica sistêmica, seria absurda a cobrança de duas taxas distintas para o mesmo exercício do poder de polícia, ou seja, para a mesma fiscalização, exercida pelo mesmo órgão da Administração pública – o Ministério do Exército.”

Na íntegra, este artigo se encontra, como dito, na edição de nº 98 da Revista MAGNUM – que, atualmente, se encontra à venda nas bancas de todo Brasil, ou pelo site da Magnum no link "contato"


http://www.revistamagnum.com.br/


--------------------------------------------------------------------------------

Gazeta do Povo
http://canais.ondarpc.com.br
Curitiba-Pr edição de 08 de Fevereiro 2007 (POLÍTICA | NOTAS POLÍTICAS)
Projeto no Paraná para reduzir o custo de Registro de Armas
Armas – Depois do referendo das armas, o Brasil poderá ter uma nova discussão sobre a validade de se manter armas em casa. O deputado paranaense Eduardo Sciarra (PFL) protocolou um projeto que facilitará ao cidadão ter uma arma própria. A proposta reduz os custos de registro significativamente. Atualmente a renovação do registro custa R$ 300 e a expedição do porte de armas custa R$ 1.000. Sciarra quer que esses valores caiam para R$ 15 e R$ 100, respectivamente
NOTA: Você está recebendo esta mensagem pois seu e-mail wissam@elo.com.br está cadastrado para receber Informativos da Campanha Pela Legitima Defesa ( www.pelalegitimadefesa.org.br ).

fonte: Revista Magnum
Instrutores Credenciados Wir Equipamentos Gregory Armeiro Camping & Cia Paula Carvalho - Avaliação Psicológica Blog Tiro Olímpico Blog Primeiros Tiros
Estatuto  |  Disciplinar  |  Rel. Anual  |  Diretoria  |  História  |  Contato  |  Localização  |  Notícias  |  Fotos  |  Vídeos  |  Mídias  |  Colunas  |  Validador
Biblioteca  |  Enquetes  |  Eventos  |  Fundo do Baú  |  Publicações  |  Atletas  |  Clubes  |  Regulamentos  |  Calendário  |  Resultados  |  Campeonato  |  Recordes

Av. Colares Moreira, 444 sala 646 B
Jardim Renascença - São Luís - MA - 65075-441
(98) 98118-1188 whatsapp