logo federação
44 ANOS
logo federação
Principal Estatuto Disciplinar Rel. Anual Diretoria História Contato Localização
Notícias Fotos Vídeos Mídias Colunas Biblioteca
Enquetes Eventos Galeria de Honra Fundo do Baú Publicações
Atletas Clubes Regulamentos Calendário Resultados Campeonato Recordes Validador
NOTíCIAS
voltar ao menu
CARTA ABERTA A CBTE
28/11/2009
São Luís, 14 de novembro de 2009

Ao Senhor.
Frederico José Pereira da Costa
M. D. Presidente da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo – CBTE

CC para o Sr. Edgar César Cordeiro Ferreira, Diretor de Provas Especiais da CBTE e 1º Secretário do Clube de Caça, Pesca e Tiro do Maranhão – CAPETIM


Senhor Presidente,

Queremos registrar, em nome da Federação Maranhense de Tiro Esportivo – FMTE e de sua Diretoria, a nossa estranheza, a nossa indignação, o nosso protesto e o nosso repúdio pela forma como foi implantado recentemente, em São Luís – MA, local virtual de prova on-line do Campeonato Brasileiro de Carabina e Pistola 2009.

Estranheza, indignação, protesto e repúdio, Senhor Presidente, não pela realização em nossa capital de prova on-line de carabina e pistola, e pela conseqüente facilidade dada à participação de nossos atiradores, pois o que todos desejamos, enquanto dirigentes ou atletas, é o desenvolvimento do tiro esportivo.

Mas estranheza, indignação, protesto e repúdio, Senhor Presidente, pelo fato de que esta Federação já havia solicitado a Vossa Senhoria, há bastante tempo, tanto verbalmente como por e-mail e ainda por ofício, que esta FMTE pudesse promover em 2009 a realização em São Luís de prova on-line de carabina e pistola.
Estranheza, indignação, protesto e repúdio, Senhor Presidente, também pelo fato de que a Federação Maranhense de Tiro Esportivo, enquanto dirigente máxima do tiro no Maranhão, além de postulante a promotora da prova on-line ─ pelo seu histórico de realizações bem sucedidas, enquanto entidade atuante e disseminadora do esporte do tiro no Maranhão ─ não foi nem informada da iniciativa direta que essa CBTE estava tomando, através do seu Diretor de Provas Especiais, a partir de clube local, o CAPETIM, de aqui implantar a prova on-line, e muito menos recebeu qualquer resposta da Confederação a respeito do pedido que, reiteradamente, havia formulado. Aliás, vemos agora a forma como a resposta terminou sendo dada.

Então, Senhor Presidente, a nossa estranheza, indignação, protesto e repúdio são pela forma como esse processo foi conduzido localmente pela CBTE, sem dar qualquer satisfação, sem fazer qualquer comunicação, atropelando e desrespeitando a entidade máxima dirigente do tiro esportivo no Estado.

Ética, Senhor Presidente, faltou ética esportiva.

E quanto ao pretenso ─ e infundado ─ argumento de que os clubes do Maranhão é que deveriam estar promovendo eventos de tiro e não a Federação, cabe apenas dizer que é patente e reconhecido por todos, dentro e no Brasil todo, que o nível técnico, a amplitude de participação, a infra-estrutura montada, o desempenho nos resultados e o grau de desenvolvimento alcançado pelo tiro no Maranhão se devem, sobretudo, ao trabalho permanente, consistente e continuado que há anos vem sendo executado sob o impulso e a liderança da FMTE.
Entendemos assim que seria a partir desse ponto, com o amadurecimento alcançado, que os clubes do Maranhão estariam aptos e capacitados a partir, eles diretamente, para a promoção continuada e intensiva de eventos de tiro. Quando isto passasse a ocorrer de forma sistemática e generalizada, representando o avanço natural desse processo, caberia então à Federação se manter apenas na retaguarda do mesmo.

À vista destes fatos, cabe então a pergunta: por quais razões isto teria se dado desta forma?

Por retaliação política? Estaríamos então sendo discriminados? Seria porque esta FMTE não se alinhou e nem votou na atual Diretoria da CBTE? Ao que conhecemos, a bandeira da sua eleição foi exatamente outra.

Por outro lado, seria porque o Diretor de Provas Especiais da CBTE, promotor efetivo do local virtual em nossa cidade, é declaradamente candidato à presidência desta FMTE em eleição próxima?

Seria porque interesses pessoais, como os de projeção, vaidade e tomada do poder, estariam predominando sobre o desenvolvimento desinteressado do esporte do tiro?

Seria porque interessaria demonstrar aos eleitores e aos atiradores locais ─ falsamente ─ que a atual gestão da Federação Maranhense não tem prestígio e nem o apoio da atual Diretoria da CBTE?
Não podemos crer, absolutamente, em mesquinharia desse nível, pois não se coaduna com o ideal e o espírito esportivo.

Por quais outros motivos, então, Senhor Presidente, esta implantação de prova on-line foi conduzida desta forma por representante da CBTE? É o que todos esperamos conhecer.

Aliás, deve ser aqui registrado um outro fato, de natureza semelhante, também recentemente ocorrido em nosso meio.

Terminou chegando ao nosso conhecimento, apenas depois de acontecido o fato, que o senhor Oleg Mikhailov, técnico ucraniano de tiro a bala mantido no Brasil e com salário pago pela CBTE, esteve em São Luís por alguns dias para realizar clínica com alguns atiradores. Ótimo que isso tenha ocorrido, é de todo proveitoso e muito bem-vindo.

O problema, grave, muito grave, é que essa vinda do técnico da CBTE se deu para um círculo restrito de atiradores, estando à frente dessa iniciativa o mesmo Senhor Edgar Ferreira, Diretor de Provas Especiais da CBTE, tendo sido deixados de fora outros atiradores. E este modo de proceder causou grande constrangimento em nosso meio, Senhor Presidente, porque a nossa tradição e a nossa prática, enquanto Federação, tem sido sempre, repetimos, sempre, de dar total transparência a todas as inúmeras iniciativas benéficas ao tiro tomadas, todas sempre abertas à participação de todos os interessados.
Com certeza valeu para o grupo que participou da clínica de tiro com o técnico da CBTE, mas é lamentável que essa iniciativa não tenha sido aproveitada ao máximo e potencializada em benefício do tiro e não de apenas alguns poucos privilegiados atiradores, dando-se igual oportunidade para todos os demais.

Transparência, Senhor Presidente, faltou transparência.

Desse modo, Senhor Presidente, tiradas as devidas lições destes fatos, resta se continuar incentivando a participação e o bom desempenho de todos os atiradores na prova on-line local ora instituída, mas resta também se esperar e contar que tal desrespeito à entidade máxima dirigente do tiro esportivo no Maranhão não mais ocorra, e que todas as iniciativas que vierem a ocorrer ─ sempre bem-vindas ─ se dêem mediante parceria proveitosa e união de esforços, em prol do objetivo maior do desenvolvimento do esporte do tiro.

Concluindo, informamos a Vossa Senhoria que, objetivando unicamente dar sentido pedagógico de aprendizado a estes fatos, estamos encaminhando cópia desta correspondência a todos os clubes e aos atiradores filiados a esta Federação, assim como às Federações co-irmãs, além de disponibilizá-la no nosso site.
Aguardando seu pronunciamento, subscrevemo-nos.

Atenciosamente,

WISSAM ELIAS MAALOUF
Presidente da Federação Maranhense de Tiro Esportivo

fonte: FMTE
Instrutores Credenciados Wir Equipamentos Gregory Armeiro Camping & Cia Paula Carvalho - Avaliação Psicológica Blog Tiro Olímpico Blog Primeiros Tiros
Estatuto  |  Disciplinar  |  Rel. Anual  |  Diretoria  |  História  |  Contato  |  Localização  |  Notícias  |  Fotos  |  Vídeos  |  Mídias  |  Colunas  |  Validador
Biblioteca  |  Enquetes  |  Eventos  |  Fundo do Baú  |  Publicações  |  Atletas  |  Clubes  |  Regulamentos  |  Calendário  |  Resultados  |  Campeonato  |  Recordes

Av. Colares Moreira, 444 sala 646 B
Jardim Renascença - São Luís - MA - 65075-441
(98) 98118-1188 whatsapp